Na avenida da minha vida, componho e compartilho a ferro e flores de todas as emoções, inquietações e explosões de uma jornada profunda, intensa e fascinante.
Seja Bem vindo!

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Ainda sobre amar

Esse final de semana recebi vários emails com alguns questionamentos sobre meu último post. Alguns, não concordam com a forma simples e descomplicada com que eu relatei o espaço que devemos ter numa relação, e eu os respeito. Outros me questionavam sobre o que eu achava de uma outra situação, cujo o parceiro não queria só espaço, mas não queria também envolver-se por completo.
É dificil para mim falar sobre isso, pois sou uma pessoa que me envolvo até o último fio de cabelo. Tudo em mim passa a ser compartilhado, sentido. Eu também, em alguns momentos, perco um pouco essa noção do espaço do outro, até me imponho em algumas relações, além do que eu gostaria, mas depois reflito e não deixo que as coisas tomem proporções que vão me fazer sofrer, ou que façam com que o outro sofra.
Eu demorei um pouco para elaborar esse post, a reflexão foi profunda, nem sei se o que vou falar é de fato o real.
Eu penso que algumas pessoas não tem "tempo" para gerar relações duradouras, plenas, pois acredita que o relacionamento amoroso é uma perda de tempo. Eu acho mesmo é que eles tem medo de que outra pessoa descubra suas fragilidades, ou, já se envolveram tanto em outras relações dificeis, que acham que é melhor viver sem.
No começo da relação são hiper apaixonados. Mas isso duro apenas um tempo. Parecem aquelas crianças que briga com os pais por um brinquedo, ou algo no supermercado, e depois que conquista, despreza o que conquistou.
No começo da relação conseguem sair até mais cedo do trabalho para encontrar com o outro, depois de um tempo, acha que isso é uma enorme perda de tempo...
Eu acho que se relacionar com alguém assim traz uma enorme sensação de engano, de confusão. É como se o amor virasse um peso. Quando o outro telefona, devem ter a sensação de invasão do seu espaço, devem sentir-se acuados, sufocados, sei lá...
Na época que meus avós moravam na casa que hoje minha mãe mora, eles tinha uma pequenina plantação de milho, e para comê-los era preciso, plantar, semear, tirar as ervas daninhas e, alguns meses depois, colher e comer. Nos dias de hoje temos isso pronto na prateleira do mercado. Mas não se pode achar amor enlatado nessas prateleiras.
O amor para mim, continua sendo uma plantação. Precisa ser cultivado, guardado e cuidado.
Para viver o amor, é necessário se deixar invadir (não completamente), mas é necessário esse envolvimento. É a única chance de dar certo, claro, que como eu disse no outro post, precisa respeitar os espaços. Amor não é fusão, isso não existe!
Eu acredito que amar é perder a sensação de intimidade com o outro. É quando o eu e você, transformá-se naturalmente em Nós. E não estou aqui falando de casamento, nem namoro, nada rotulado, estou falando de amor, porque o amor é muito mais do que os "cargos" ocupados numa relação.
Aos que preferem não se relacionar, eu respeito, e até compreendo, mas não quer dizer que eu concorde. São as tais escolhas que falo por aqui repetidamente.
E para finalizar, vou reproduzir um pedacinho de um texto que fiz um tempo atrás:
"Algumas pessoas gostam de nós e outras, não; algumas pessoas nos apoiam até o fim, outras nos traem; algumas respeitam nossos sentimentos e outras tripudiam. Aceitar que a vida é assim mesmo, torna menos provável que as reações dos outros determinem nosso valor pessoal."
Segue o link para quem quiser ler esse texto: http://aferroefloresnaavenida.blogspot.com/2010/10/vida-e-assim.html.

19 comentários:

  1. Vc sumiu! saiba que faz falta.
    gostei do que li.
    so não entendi O porque de tanto questionamento assim.
    o outro post ficou totalmente intendivel, cheguei a pensar que era ate pra alguém especifico.
    Mas É sempre bom esclarecer né...
    e este também ficou explicadissimo...
    boa noite querida.

    ResponderExcluir
  2. Viva do jeito que você gosta e quem não concordar, lhe criticar, querer lhe controlar manda a bosta!

    Um beijo de quem curte vc.

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Nas minhas observações já notei que quem é imaturo não consegue de realcionar por isso:medo!
    E hoje infelizmente devido todas as tecnologias que temos ,as relações se tornaram acépticas!
    Então o envolvimento mais uma vez foi perdido.
    Lamentável que isso aconteça mas é o preço que pagamos pelo progresso!
    Beijo
    Afrodite

    ResponderExcluir
  4. Olá Mayra,

    Coincidentemente seu post tem muito a ver com o livro que estou lendo, " A insustentável leveza do ser", que fala muito da dificuldade que temos em manter a leveza em nossos relacionamentos amorosos, bem como a sensação de sufocamento que isso causa.
    Creio que o "x" da questão é manter o equilíbrio e que o mesmo só é possível quando o amor é verdadeiro. De ambas as partes!

    Grande beijo para você,

    http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. EU CONCORDO COM O QUE DIZ ..PRECISAMOS DISPONIVEIS PARA AMAR NÉ?FICAR EMPENHADOS NISSO ...MAS MAYRA EU ACREDITO QUE EXISTA TAMBEM AMOR E PAIXÃO..A PAIXÃO NO RELACIONAMENTO É DIFERENTE QUE AMOR....ELA É FORTE NO COMEÇO E VAI ACABANDO ..QUANDO COMEÇA AQUELE ALVOROÇO MAIS LOGO PASSA..JA O AMOR ELE FICA .PERMANECE ATE NAS HORAS QUE TEMOS RAIVA ...E A MOR VAI SE MOLDANDO VAI TONANDO A FORMA QUE DEVE TER...EU ME LEMBRO QUANDO CASEI MEU DEUS ERAM TANTOS DISSE ME DISSE TANTOS PROBLEMAS CRIADOS..TANTOS DESAMORES SEM NADA HAVER...ERA CIUMENTA ERA CHATA POSSESSIVA...MEU MARIDO TAMBEM A GENTE SE DEGLADIAVA RSRS LITERALMENTE..HOJE COM 24 ANOS DE CASA POSSO TE ASSEGURAR QUE TEM 6 7 QUE VIVO BEM...TEMOS PROBLEMAS MAS RESOLVEMOS TÃO MAIS FACIL...ESTAMOS JUNTOS A 30 ANOS..E DESSES TRINTA 7 ESTAMOS BEM?SE ISSO NÃO FOSSE AMOR NÃO SUPORTARIA TANTA FASE RUIM NÃO É?E JA TENTAMOS TENTAR VIVER LONGE E NÃO DEU...TANTO UM QAUNTO OUTRO FICARAM MAL PRA CARAMBA ATE A GENTE RESOLVER AGORA VAMOS VIVER PRA SEMPRE JUNTOS NEM QUE SEJA POR PIRRAÇA..RSRSRS MAS SABEMOS QUE É AMOR..MAS EU ACREDITO PIAMENTE QUE TODOS TEM O OUTRO PREDESTINADO A SER SEU AMOR PELA VIDA TODOS ..UNS ENCONTRAM MAIS CEDO QUE OUTROS..OUTROS ECONTRAM ACHAM QUE ENCONTRARAM E DEPOIS VEEM QUE NÃO É AQUILO QUE QUERIAM..E OUTROS DEMORAM MAS QUANDOE NCONTRAM ..VIVEM ETERNAMENTE FELIZEZ..ISSO EU ACREDITO PR QUE SEI QUE É REAL...TENHO CERTZA O DIA QUE A PESSOA TE OLHAR E DIZER ""AH ESSA É A MULHER DA MINHA VIDA ISSO NÃO É UM ENCONTRO SERA UM REENCONTRO DE ALMAS TENHA CERTZA ..DAI VOCE VAI VER ARRUMA TEMPO ARRUMA PECIENCIA PRA LIDAR COM AS MALUQUICES DA GENTE ARRUMA TUDO POIS A FUNÇÃO DELE SERA VOCE..PODE TER CERTZA..
    LINO TEXTO SÁBIA REFLEXÃO...
    GOSTO DOS SEUS TEXTOS SÃO REAIS SENTIMENTOS REAIS...
    NADA DE CONTO DE FADINHAS MEDIOCRES RSRSR CONTOS REAIS MESMO RSRSR

    BJS
    OTILIA

    ResponderExcluir
  6. Mayra !!
    Concordo com você, acredito no amor.
    Porém ele requer isso tudo, doação, desprendimento e generosidade.
    Algumas pessoas não querem se dar ao trabalho.

    Siga em frente.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Mayra nossa querida , só tenho algo a dizer...ame , pois com amor vale apena!
    Deixe a vida levar e as respostas sempre vem.
    bjs com carinho
    Lulu & sol

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Como diz o velho deitado: "No início tudo são flores". O fato é que convivência é desgastante, sim! Mas não é impossível. Creio na necessidade de entender certos sinais para ver o rumo que as coisas estão tomando. E aí, soar o alarme. Medidas de emergência tomadas, e um novo gás pode equilibrar tudo. Acho que o respeito pela individualidade alheia é o segredo, mesmo você se envolvendo até o último fio de cabelo. Pra tudo existe um limite! Temos a infeliz tendência de sufocar a quem amamos, quando sabemos, que amor só funciona em liberdade. Mas a vida está aí para nos ensinar, e os advogados para nos livrar. kkkk..

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá, Mayra!
    Acho que disse tudo com "amor não está na preteleira do mercado". Acho que não existe um fórmula pras pessoas seguirem e se amarem, sim claro, têm alguns pontos em comum, ams cada um é cada um, e aos puquinhos vão se completando - ou não!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  11. "O amor para mim, continua sendo uma plantação. Precisa ser cultivado, guardado e cuidado".
    Mayra não preciso dizer nada, vc já disse tudo com a frase acima, adorei!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Querida Mayra tb concordo com o que achas e pensas do amor , apesar de muitas pessoas acharam que isso só existe em filme de romances, mas para mim não ele existe sim basta estarmos abertos para vive-lo intensamente e tb dispostos a renová-lo a cada dia, pois como tudo que tem vida necessita ser cultivado regado e cuidado...

    e viva o Amor e viva aquelas pessoas que ainda acreditam nele.

    beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi Mayra!
    Eu li o post anterior e tb fiquei sem entender o que o povo questionou. Achei seu parecer muito claro e lúcido.
    Para o amor acontecer, basta estarmos abertos para ele e termos um bocadinho de paciência, é ou não é?
    e vamos viver um bonito amor, do jeito que vc falou.

    bom dia!

    ResponderExcluir
  14. Olá Mayra
    Acredito que é por aí mesmo, a relação se constrói a cada dia, pedra por pedra, requer renúncia, paciencia, desprendimento além de muita vontade de que dê certo.
    Bjux

    ResponderExcluir
  15. Mayra, você disse tudo quando escreveu:"O amor para mim, continua sendo uma plantação. Precisa ser cultivado, guardado e cuidado." E leva meses e às vezes anos no cultivo, por isso é belo.
    abs carinhosos
    Jussara

    ResponderExcluir
  16. Olá Mayra.
    Talvez o segredo para ter a "sorte" de encontrar a nossa metade que nos complete e nos dê a sensação de leveza no amor seja a convivência mesmo.
    Só o tempo nos dirá se encontramos o amor das nossas vidas ou não.
    Hoje sinto que os solteiros não se preocupam muito em se esforçar numa relação. Qualquer vírgula é motivo para separação.
    Fora outras coisas mais que ficaria aqui escrevendo mais de um dia.
    Sim, o amor deve ser regado, todo dia. Com amor e dedicação. Paciência e zelo.
    É uma delícia!!! Eu garanto.

    Um beijo querida!

    ps.: amo blogs que falam sobre as coisas da vida de maneira dissertativa, como o seu. Vou incluí-lo na minha lista de favoritos depois tá? Bjs
    ;)

    ResponderExcluir
  17. Tem muita gente que tem medo de se entregar, incrível como o mundo está cheio de pessoas assim, mas o importante é ser sincero no amar.

    Beijo.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  18. Mayra


    "Algumas respeitam nossos sentimentos e outras tripudiam. Aceitar que a vida é assim mesmo"

    me nego a aceitar isso como verdade..não pode ser assim...não deve ser assim...
    Aceito que ignorem meus sentimentos..mas não tripudiem...

    Obrigada pelo carinho de sempre no meu blog

    beijocas

    Loisane

    ResponderExcluir