Na avenida da minha vida, componho e compartilho a ferro e flores de todas as emoções, inquietações e explosões de uma jornada profunda, intensa e fascinante.
Seja Bem vindo!

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Mudanças

Eu sempre tive muita dificuldade com as mudanças, porque elas produzem uma ansiedade incontrolável dentro de mim.
Uma troca de emprego, uma mudança de apartamento, romper um relacionamento que me esmagava, evitar um convívio onde um se anula enquanto o outro repudia, enfim, sair do que parecia habitual, mesmo que ruim, sempre foi perturbador.
Eu ainda tenho essa aflição e isso ainda me pega de jeito em alguns momentos, mas com uma melhora efetiva, pois hoje reflito muito mais sobre as coisas que me acontecem, eu mensuro meu egoísmo e me abalo menos com as modificações que a vida me coloca pela frente. As coisas mudam a todo momento, as pessoas não são mais as mesmas de dez anos atrás, as famílias mudaram, e tudo avança numa velocidade incrível. Porém os sentimentos e emoções humanas não mudaram.
Os sentimentos básicos ainda são os mesmos: liberdade, afeto, segurança, parceria, ser importante para alguém. Não é necessário muito, mas ser valorizado sempre foi importante para qualquer ser humano. E não tem a ver com grana e status, mas sim com o modo como somos vistos, por nós e pelos que amamos. Minhas atitudes e desistências brotam desse conceito.
Pouco importa se você é doméstica, empresária, vendedora, executiva ou atendente de lanchonete: é necessário gostar-se na medida em que você acredita na sua dignidade, querendo expandir conforme seu valor. E também segundo ao que você acha que vale a pena esse crescimento, essa entrega. Depende muito de confiança, que algumas vezes falta, claro que falta.
Se eu achar que não to valendo mais nada, serei sempre nada. Permitirei que vivam, decidam e falem por mim. Porém, se eu acreditar que apesar de todos os medos e limitações eu mereça coisas boas, lutarei por isso, independente da mudança que venha enfrentar, ainda que seja dentro de mim. Sendo assim, posso até permitir que os outros me amem, nem sempre da forma como eu gostaria, mas da forma que podem me amar.

13 comentários:

  1. Bem gostei do que li ...
    É por ai , e vamos crescendo a cada instante..

    beijo minha amiga.

    ResponderExcluir
  2. Mayra...

    Mudanças sempre deixa um tiko de "será?".. rss
    Mude, mude sempre e faça o melhor por ti, que quem te gosta aceitará qualquer que sejam as mudanças!

    Deusssssssssssssskiajude
    Beijo
    tatto

    ResponderExcluir
  3. Gosto dessas tuas reflexões, elas não optam por buscar o caminho mais fácil, mas o caminho possível.

    As mudanças nem sempre serão as que gostaríamos, mas elas acontecerão independente da nossa vontade.

    As pessoas nem sempre nos amarão do jeito que queríamos, mas elas nos amarão do jeito delas.

    E se não nos amarmos como somos, fica difícil sermos aceitados pelos outros.

    Bem verdade.
    Saudades daqui.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Amiga,
    o dia que encontrarem remédi pra ansiedade,eu compro!
    Tb me sinto assim ás vezes...
    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Oi. Tudo blz? Estive aqui dando uma olhada. Muito legal. Gostei. Apareça por lá. Beijos e abraços.

    ResponderExcluir
  6. Minha querida Mayra,
    Sempre bom passar pela avenida, seja com ferros, seja com flores. Os ferros deixam as cicatrizes e marcas que não nos deixam esquecer e as flores fazem pensar: "valeu, valeu à pena".
    Peço igualmente desculpas por não estar comentando com a freqüência com que comentava, mas as responsabilidades às vezes esmagam qualquer tempinho que antes me permitia viajar pelas leituras blogs afora. Mas sempre dou meu jeito, aquele jeitinho bem brasileiro, de acomodar tudo.
    Mudanças? Ah, adoro mudanças. Eu gosto delas. Elas me fazem sentir que meu mundo está em movimento. Quando tudo fica na mesmice, minha tendência é entrar em pânico. Meio controverso, isso,não?

    Um beijo,

    http://escrevoparaviver.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Convido-te para seguir e participar Sexo Etc & Tal, um blog interativo sobre sexo.

    Adorei seu espaço: Já te sigo!

    http://sexoetctal.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. AVENIDA ACESA??
    OBAAAAA
    TEM COISA BOA ESCRITA PRA GENTE LER...

    QUERIDA MAYRA...SABE QUE ESTAVA BLOQUEADA PELO GOOLGE NÉ?POR ISSO ANDEI SUMIDA DAQUI SRSRS

    MAS OLHA MUDANÇAS SÃO MESMO DIFICIES
    DE FAZER..

    EU MORRO DE MEDO DE MUDAR E QUANDO MUDO FICO ASSIM

    AI POR QUE NÃO MUDEI ANTES???
    AGORA ESOU PRA DAR UMA MUDANÇA RADICAL NA MINHA VIDA MAS ESTOU FORTE...
    SEI QUE ESSA É A MUDANÇA QUE SEMPRE ESPEREI SABE AQUELA DA VIDA ??AQUELA QUE VOCE ESPERAR E SO ACONNTECE UM VEZ??POIS É ESTOU QUASE PRONTA PRA ISSO E LOGO LOGO TERÁ NOVIDADES NO DMPM POIS VOCES SERÃO AVISADOS LOGICO SRSR QUERIDA MUDAR É PRECISO MESMO QUE DOA ..CADA ESCOLHA UMA RENUNCIA NÉ?? E MELHOR A GENTE ARREPENDER DO QUE FAZ DO QUE DEIXOU DE FAZER NÉ?
    LINDO TEXTO COMO TUDO LÓGICO QUE LEIO AQUI..E DEIXE ESA AVENDIA ILUMINADA HEIM SEI QUE LIMPA ELA ESTA NÉ COM A EMPRESA DE LIMPEZA AI DE MARILIA SRSRSR MAS POR FAVOR LUZES....

    BEIJOS
    OTILIA
    SAUDADES DO CE....

    ResponderExcluir
  9. Oi Má,

    Eu gosto das mudanças. Mesmo aquelas que eu não entendo no momento. Depois elas se revelam... Tem vezes que não entendemos nada, e até ficamos com muito ódio, muita raiva das coisas como acontecem. Mas depois, passa o tempo... e notamos o quanto de crescimento nossa alma teve por conta de fatos julgados horríveis no momento em que aconteciam. A gente não sabe nada, isso sim. Eu, pelo menos, sei cada vez menos. E não me importo com isso. As mudanças me ensinam aquilo que eu seria incapaz de sequer imaginar...

    Beijos, querida

    Carla

    ResponderExcluir
  10. Olá Mayra,

    Também fico ansiosa com mudanças, mas sabe que gosto? rs

    Um friozinho na barriga é bom, de vez em quando!

    Grande beijo para ti,

    http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá Mayra, mudanças amedrontam mesmo, porém é sempre uma chance de tudo ser diferente e melhor.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Não é fácil mesmo não...E não me venham a turma dos que dizem que tiram de letra pq não creio. Não é bem assim...dá friozinho na barriga, na alma e sei lá mais onde! Depois que passa aí sim...o papo muda.Eu, que ando numa guinada em minha vida (dizem que é um desvio de percurso rsrs)posso atestar: não está nada fácil!
    Beijuuss, amada, n.a.

    ResponderExcluir
  13. Olá, Mayra!
    eu também me sinto assim, mesmo quando elas são necessárias!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir